Os condomínios verticais até um tempo atrás sempre foram considerados como seguros, mas nos últimos anos têm sido alvo dos criminosos, são os famosos ‘ arrastões”. Os principais prédios escolhidos são os condomínios de luxo. Os arrastões têm apavorado os paulistas, a cada mês dois à quatros prédios são assaltados em São Paulo.

A sensação de que os condomínios eram seguros acabou, a vulnerabilidade nos procedimentos de segurança dos edifícios facilitam a entrada dos criminosos. O que mais assusta é que, em 90% dos casos, não são necessários planos extraordinários para entrar pela portaria e render o porteiro e depois os moradores.

Os métodos usados na maioria das vezes é o disfarce dos criminosos; entregadores de pizzas, de flores, carteiros, supostos compradores ou corretor de imóveis, carros iguais aos dos moradores (clonados), carros iguais o da empresa de segurança do condomínio, etc. Em alguns edifícios só o fato de você posicionar o carro na entrada, o porteiro com receio de levar uma bronca do morador, aciona a abertura dos portões, sem mesmo saber quem está entrando.

Os ladrões que antes roubavam bancos, cargas e até mesmo realizavam sequestros, migraram para essa nova modalidade de crime. Antes de atacarem, as quadrilhas coletam o máximo de informações sobre a rotina dos moradores e dos funcionários.

Investir na segurança eletrônica para proteger seus moradores é o 1º passo, mas não adianta tanta tecnologia sem treinar e preparar o porteiro e demais funcionários, não podemos esquecer a conscientização de todos os moradores para respeitarem os procedimentos a ser implantados na portaria. Na próxima semana, veja o que mais pode ser feito para melhoria na segurança de seu condomínio.

Fonte: http://www.dicaseg.com/2012/05/condominios-alvos-de-arrastoes.html

Ligar Agora